Dia Mundial sem Tabaco 2016

Embora esteja em marcha de redução no país, com uma queda de 30,7% nos últimos nove anos, segundo o Ministério da Saúde, o fumo ainda é um hábito comum entre os brasileiros. No movimento de desencorajar brasileiros a seguirem fumando, é comemorado no dia 31 de maio o Dia Mundial sem Tabaco.

Este ano, a campanha no Brasil segue a recomendação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco, tratado internacional do qual o Brasil é signatário e reivindica a padronização das embalagens de cigarro, com o propósito de limitar as estratégias de promoção da indústria tabagista. Sem regulação, cigarros podem ser vendidos em embalagens coloridas e atraentes, que passam a falsa impressão de serem pouco nocivos.

Na Austrália,  pioneira ao implementar tal recomendação em 2012, todas as embalagens de cigarro são iguais: marrom-escuras, com acabamento fosco e alertas sobre os efeitos nocivos do produto.

 Ação do RAP da Saúde

Ação promovida pelo RAP da Saúde na Escola Municipal Jonatas Serrano, em Guaratiba debateu os efeitos do cigarro e do marketing no setor. Os jovens Luan Ferreira e Agatha Cristina e a interlocutora Eliane Ramos mostraram as diferenças entre os tipos de embalagem do cigarro e conversaram com os alunos sobre a publicidade tabagista. Renan Oliveira, Luiz Henrique, Núbia Sá, Isabela Campos e Isabela Paula, jovens promotores da saúde, também levaram o debate para a Praça da Bandeira, no Centro Municipal de Saúde Hélio Pellegrino.