CONSCIÊNCIA NEGRA, CONSCIÊNCIA HUMANA

zumbi dos palmares - fonte brasil escolaNesta quarta-feira, 20 de novembro, a cidade do Rio de Janeiro se mobiliza em torno do Dia da Consciência Negra. A data, que homenageia Zumbi dos Palmares, último chefe do Quilombo dos Palmares e símbolo da luta contra a escravidão, é reforçada pelo atual contexto político e social de afirmação e valorização da diversidade étnico-racial.

Na semana passada, representantes do governo e da sociedade civil reuniram-se no Rio de Janeiro para debater o enfrentamento da violência contra a população negra, especialmente entre jovens. O Fórum Juventude Viva, realizado dia 12 de novembro, foi oportunidade para compartilhar ideias e experiências, refletir e traçar estratégias para a implantação do Plano Juventude Viva na cidade.

Lançado pelo Governo Federal, o  Plano de Prevenção à Violência contra a Juventude Negra, o Juventude Viva, propõe políticas públicas e ações diretas para a garantia da vida e da saúde dos jovens brasileiros. Em fase de implantação em 132 municípios de todo o país, a política envolve diversos ministérios e é uma oportunidade inédita para municípios e estados se somarem aos esforços de enfrentamento à violência e promoção da inclusão social dos jovens que vivem em territórios com altos índices de violência.

juventude marcada para viver

Dois dias antes, em 10 de dezembro, o lançamento da campanha Juventude Marcada para Viver, no Parque Madureira, foi o ponto de partida para uma série de ações que buscam reduzir a taxa de homicídio entre os jovens negros no Brasil. Com o mote “meu destino é viver”, a iniciativa propõe a mobilização da sociedade para o enfrentamento da violência contra a população negra e reivindica ações concretas para a solução do problema, como o controle do uso de armas de fogo em ações policiais.

Mês da Consciência Negra
Desde o início de novembro, diversas ações vêm sendo realizadas no Rio de Janeiro como parte da mobilização pelo Dia da Consciência Negra. A programação continua nesta e na próxima semana. Confira a agenda do Observatório das Favelas e a programação do Armazém de Ideias e Ações Comunitárias (AIACOM).

Às 20h, estreia, no Canal Futura, a série Diz Aí – Extermínio da Juventude Negra. O programa, que é fruto de uma articulação entre o Canal Futura, o Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase) e o Fórum de Juventudes do Rio de Janeiro, integra a agenda de ações para o enfrentamento do extermínio da juventude negra. A série conta com a participação de Lucas Pablo de Oliveira, integrante da Rede de Adolescentes e Jovens Promotores de Saúde (RAP da Saúde), projeto da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS-RJ) desenvolvido por meio de convênio com o Centro de Promoção da Saúde (Cedaps).

Saiba mais:
— Acompanhe a página da campanha Juventude Marcada para Viver no Facebook
— Veja como foi o lançamento da campanha Juventude Marcada para Viver
— Leia a reportagem “Racismo e Saúde”, do Observatório das Favelas
— Conheça a história de Zumbi dos Palmares