É carnaval! É Trem da Prevenção

É clima de carnaval! É clima de prevenção!

“Areia no pratinho, pneu bem cobertinho, tampe a caixa d´água. Êeeeee! não deixe água parada”

“Ei, você aí, é bom se prevenir! É bom se prevenir! Contra o mosquito!”

“Bota camisinha, bota meu amor! Hoje está chovendo, não vai fazer calor.”

Agora, imagina: você está no trem ou no VLT , indo para o centro da cidade em um dia normal de trabalho. Entram no vagão diversas pessoas fantasiadas, cantando marchinhas de carnaval sobre temas ligados à saúde, prevenção e respeito. Visualizou a cena? Então, é isso mesmo que acontece quando chegam o VLT e o Trem da Prevenção, ações realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS-Rio) que são sucesso por onde passam.

Para lembrar à população carioca de que saúde e respeito precisam ser praticados não só nos quatro dias de folia, mas o ano inteiro, Agentes Comunitários de Saúde, Agentes de Vigilância em Saúde, jovens do RAP da Saúde, educadores físicos, equipes dos Consultórios na Rua, e demais profissionais da saúde participam da mobilização. O objetivo principal é conscientizar a população sobre a importância do combate às arboviroses – dengue, zika e chikungunya – e às ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis), já que segundo o Ministério da Saúde o carnaval é um período crítico em relação a esses dois temas.

“O trem tem uma circulação muito grande de pessoas, então a gente consegue atingir muita gente, levando informação de forma descontraída. A ideia é educar a população brincando, já que o clima é de carnaval.” Diz Doriléa Pereira, coordenadora do Trem da Prevenção.

Darleia Ramos Da Rin, assessora técnica da linha de cuidados IST/ Aids da SMS-Rio e uma das organizadoras do VLT da Prevenção, complementa a fala: “Levando a ação também para o VLT e as Barcas, a gente consegue atingir cada vez um número maior da população. E é esse o objetivo, é preciso falar de prevenção no carnaval para todo os cidadãos cariocas.”

“Eu achei muito importante essa ação porque muita gente insiste em não usar o preservativo e acaba pegando doença ou tendo uma gravidez indesejada. E essa ação foi muito legal porque diverte o pessoal, já que geralmente  na viagem é todo mundo em silêncio, quieto no seu celular, e de repente passa um bloco, fazendo música no trem, trazendo informação que é importante pra população e alegrando um pouco dia da galera.” Disse Celso Junior, animado, no trem no caminho para o estágio, na estação Uruguaiana.

É com samba no pé e conscientização na cabeça que o Trem da Prevenção já virou tradição na SMS-Rio. Chegou dia 07 de fevereiro de 2018  à sua oitava edição, e o VLT completou a segunda no dia 06, junto com as Barcas que foram a grande novidade, saindo pela primeira vez na história.

 

A ação reúne muita gente boa. Além das intervenções dentro dos meios de transporte, são organizadas tendas nos pontos finais, como Central e Praça XV, com serviços como testagem rápida de HIV, promovida pela ONG parceira Pela Vidda, apresentação de projetos pela Fiocruz, medição de pressão arterial e informação sobre a Prep (Profilaxia pós exposição).

Simultaneamente às mobilizações, agentes de vigilância fazem vistorias em imóveis no entorno do Engenho de Dentro para combater criadouros do Aedes aegypti. Aliás, para quem não se lembra como eliminar, está aí uma ótima oportunidade para lembrar, acesse:  http://prefeitura.rio/web/aquimosquitonaosecria.

Acho que agora já tá todo mundo pra pular carnaval, não é? Boa folia!

 

COMENTÁRIOS, DÚVIDAS E SUGESTÕES