Formatura Jovem Alerta

Por: Felipe Soares

O projeto Jovem Alerta, voltado para capacitação do mundo profissional e inserção nos programas Jovem Aprendiz e de estágio, formou na última sexta-feira (15/06), mais de 100 alunos residentes nas áreas de Campo Grande e Santa Cruz, zona oeste do Rio de Janeiro. A iniciativa é resultado de parcerias entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação (SMDEI) e o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE-Rio) e conta com o apoio também da Secretaria Municipal de Saúde.

Com o objetivo de diminuir o desemprego juvenil atribuído à falta de conhecimento e experiência profissional, o curso gratuito se desenvolve em 30 horas ao longo de dois meses. Durante as aulas são abordados temas como noções sobre a participação no mundo do trabalho, direitos e cidadania, vivência das relações de equipe, elaboração de currículo e técnicas de entrevista para participação em processos seletivos, além de sexualidade e gravidez na adolescência e prevenção do uso de drogas.

Destinado para estudantes entre 14 e 24 anos que tenham concluído o ensino médio ou estejam cursando o ensino fundamental ou médio, o projeto, vigente desde 2014, já formou 653 alunos. Sua 10ª edição foi realizada no Centro Municipal de Trabalho e Emprego – CMTE, equipamento da SMDEI de atendimento ao trabalhador, localizado em Campo Grande.

De acordo com a Gerente de Capacitação e Qualificação da Subsecretaria de Trabalho e Qualificação, Daniele Almeida, o projeto tem compromisso social, profissional, humano e de cidadania, que visa “contribuir para a transformação da realidade de risco e vulnerabilidade social que estão inseridos; oportunizar a vivência com profissionais, enfatizando o aprendizado e a formação do jovem, de forma a possibilitar a inicialização de uma carreira profissional; somar mais responsabilidades em suas ações, conhecimento de seus direitos e deveres, e segurança nas decisões tomadas no cotidiano; e, por fim, do fortalecimento da identidade e autoestima do jovem, por estar envolvido em situações que exigem iniciativas e decisões”.

A partir da interação de jovens com vivências diferentes, Daniele ressalta a importância de parcerias entre empresas e secretarias para, justamente, garantir esta integração. Para Cristina Boaretto, Superintendente de Promoção da Saúde, “apoiar este projeto é contribuir com o desenvolvimento dos jovens e adolescentes, a partir do olhar que a saúde deveria ser pensada para todas as políticas públicas. Os desafios enfrentados pelos jovens são enormes e a dificuldade se repete nas questões de saúde. Por isso, tão necessária essa união”.

Foto: Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação – RJ

COMENTÁRIOS, DÚVIDAS E SUGESTÕES