Profissional conta porque é #orgulhosus

“Fazer parte dessa trajetória na expansão da Atenção Primária à Saúde no município do Rio de Janeiro é indescritível. Minha experiência começa em 1998, como voluntária na Maternidade Leila Diniz em Curicica, onde aprendi o verdadeiro valor do serviço público ao trabalhar diretamente com as necessidades reais das mulheres que buscavam atendimento no SUS.

Foi lá que conheci profissionais dedicadíssimos que foram exemplos e estímulo para continuar lutando diariamente pela valorização do SUS. Em 2001, passei a integrar os quadros da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e em 2006 me aproximei da administração pública passando a atuar no Nível Central. Em 2009, encontrei sentidos na nova gestão que começou a reformular a saúde municipal e que significativamente atribuiu valor à minha realização profissional para lutar com mais determinação por um SUS que se mostra possível de conquistar.

Nesse momento, vinculada à Superintendência de Promoção da Saúde da Subsecretaria de Atenção de Atenção Primária, Vigilância e Promoção da Saúde, vivo uma oportunidade que eleva a outro patamar minha experiência na SMS. Estou à frente da construção e na coordenação do Programa Academia Carioca, e esse é, então, um capítulo que enriquece substancialmente minha vida profissional, que muito me orgulha.

Implantado nesse mesmo ano pela SMS-RJ como estratégia de promoção da saúde por meio da oferta de atividade física regular orientada por profissional de educação física, o Programa Academia Carioca está totalmente integrado às ações da Saúde da Família e atua na ampliação da coordenação do cuidado em saúde. Um de seus principais objetivos é buscar essencialmente melhorar a vida da população carioca e intensificar, dessa forma, seu compromisso com o SUS.

Ao agregar novos valores às Unidades de Atenção Primária, promove a reformulação das ações e educação em saúde junto à inserção do profissional de educação física nas equipes de saúde. O Programa Academia Carioca, considerado uma das inovações da atual gestão de saúde, expressa todo o meu anseio pela concretização dos movimentos sociais e pelos direitos da saúde e cidadania traduzidos na construção da política, das diretrizes, metodologia, protocolos e monitoramento permanente, fundamentais à consecução dos seus resultados.

Tenho uma enorme satisfação pelo Programa ter oportunizado o caminho para o reconhecimento de minha área profissional no contexto da saúde coletiva, legitimando a participação do profissional de educação física como um dos atores estratégicos integrados às diversas linhas de cuidado. Atualmente, o Programa Academia Carioca tem mais de 84 mil pessoas que participam regularmente de suas atividades e com resultados positivos demonstrados, principalmente, na satisfação da população em participar.

Enfim, viver intensamente essa história, fazer parte dela, fortalecer meus ideais é acreditar no SUS que dá certo, que contribui na ampliação do acesso e na capilarização de boas práticas que possibilitam reflexões sobre hábitos de vida mais saudáveis, e, assim, construir caminhos para melhorar a condição de vida da população. É muito orgulho, #orgulhosus”

Junia Cardoso

Coordenadora de Práticas em Saúde
Coordenadora do Programa Academia Carioca
SPS/SUBPAV/SMS/PCRJ

COMENTÁRIOS, DÚVIDAS E SUGESTÕES