Saúde e Educação: rede intersetorial em diálogo

Para ser efetiva, a promoção da saúde deve ser intersetorial. Por isso, não são poucas as vezes que unidades de saúde e escolas precisam atuar juntas.

Clínica da Família Joãozinho Trinta, em Vigário Geral, é referência em Residência da Criança e sabe que criar redes de apoio no território é importante. Para garantir o sucesso do tratamento de uma criança com diabetes, por exemplo, a unidade de saúde convidou a Creche Municipal Amália Fernandez Conde, onde o pequeno paciente estuda, para ajudar a acompanhar o caso.

Todo o trabalho foi desenvolvido em articulação com a Coordenação de Saúde na Escola do Município do Rio de Janeiro e com o Centro Municipal de Saúde Alice Tibiriçá, em Irajá, referência na área da 5ª Coordenadoria Regional de Educação (5a CRE).

Juntos, profissionais de Saúde, de Educação e a família da criança puderam trocar saberes sobre as a insulinoterapia – que exige disciplina e atenção – e apontar dificuldades e possíveis soluções. A conversa promoveu o contato e o diálogo entre eles. Sem dúvidas, a conversa é a melhor estratégia.

Saúde e Educação: rede intersetorial para promoção da saúde

Saúde e Educação: rede intersetorial em diálogo

 

 

 

One Response

  1. cristina boaretto 16 de maio de 2016