Parceria pelo controle do tabagismo

A última segunda-feira, dia 09 de abril, no Rio de Janeiro, foi de troca e aprendizado  entre diversas instituições que trabalham o tema do controle do tabagismo ao redor do mundo. Coordenado pela The Union – União Internacional contra a tuberculose e enfermidades respiratórias – o dia começou no INCA (Instituto Nacional de Câncer), com a sexta Reunião Nacional de Coordenação e Planejamento dos parceiros nacionais que integram a Iniciativa Bloomberg na área do controle do tabagismo.

O encontro reuniu representantes da Secretaria Municipal de Saúde, Organização Mundial de Saúde, INCA, Bloomberg Philantropies, The Union, Campaign Tobacco Free-Kids, CONICQ – INCA, CETAB Fiocruz, ACT Promoção da Saúde, IHME Project – Institute for Health Metrics and Evaluation, Vital Strategies, Johns Hopkins University, University of Illions Project e outras, para uma manhã de apresentação de trabalhos e debate sobre caminhos possíveis para uma atuação conjunta no controle do tabagismo no Brasil. Em sua fala de abertura, Kelly Henning, da Bloomberg Philanthropies, disse o quanto estar no Rio de Janeiro é um prazer e desafio, pelo caráter pioneiro da cidade no cuidado com o tema do tabagismo.

A tarde, um grupo composto por representantes de universidades e organizações sociais visitaram a Unidade Básica de Saúde Sergio Vieira de Melo, no Catumbi, para conhecer o dia a dia de trabalho, os grupos de tabagismo e serviços oferecidos à população. Jovens do RAP da Saúde surpreenderam os visitantes com as atividades educativas na sala de espera da unidade.

“O Rio é uma cidade de referência no mundo, ter a prefeitura do Rio atualizada no assunto do tabagismo é essencial. Há 10 anos o Rio foi o primeiro munícipio brasileiro a ter a Lei de Ambientes 100% livres de tabaco, quando essa era uma dificuldade em nível nacional, então, mais uma vez o munícipio mostra estar se importando com a saúde da população e trabalhando de forma articulada no tema do tabagismo.”, disse Mariana Pinho, consultora da ACT Promoção da Saúde, parceira da Secretaria Municipal de Saúde no projeto Parceria por Cidades Saudáveis. 

A Parceria por Cidades Saudáveis

A Prefeitura da Cidade do Rio, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), ingressou este ano na Parceria por Cidades Saudáveis, uma rede global de cidades comprometidas com a redução de doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs), da Bloomberg Philantropies, liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e com o apoio da Vital Strategies na implementação do projeto.

No Rio, o projeto conta também com o apoio da ACT Promoção da Saúde, e o principal objetivo é reforçar a lei de ambientes 100% livres de fumo e a restrição do marketing de cigarros nos pontos de venda, importantes medidas de prevenção ao tabagismo. A parceria envolve ações com a Vigilância Sanitária para sensibilização e atualização de representantes de hotéis, bares e restaurantes sobre ambientes livres de fumo e as novas regras para exposição  de produtos de tabaco nos pontos de venda. Estão programadas também campanhas junto à população sobre os efeitos nocivos do tabaco e as vantagens de uma vida sem cigarro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMENTÁRIOS, DÚVIDAS E SUGESTÕES